Pratos antigos / Antiques dishes

Hoje não são bordados tradicionais Portugueses feitos à mão, mas loiça tradicional Portuguesa pintada à mão.
Today is not traditional handmade Portuguese embroidery,  but traditional hand painted Portuguese ware.

Vou mostrar a coleção de pratos e travessas que usamos todos os Natais, desde há muitos anos. São pratos sem referência a qualquer fabricante. Possivelmente comprados em feiras, loiça de segunda escolha, com defeitos. Algumas pinturas estão um pouco mal.
I’ll show you a collection of plates and dishes that we use every Christmas for many years. Are dishes without reference to any manufacturer. Possibly bought at fairs, second choice dishes with defects. Some paintings are a little bad.

 

This slideshow requires JavaScript.

Adoro estes pratos e, por isso mesmo gosto tanto dos pratos e travessas pintadas à mão da Oficina da Formiga (facebook) e do blogue Oficina da Formiga. Como a fábrica é perto estou a pensar levar lá as minhas netas para verem como se faz a loiça.
I love these dishes and, therefore I like of both hand-painted dishes and platters from Oficina da Formiga  (facebook) and the blog Oficina da Formiga. As the factory is near I’m thinking to go there with my granddaughters and see how dishes are made.
Have a great weekend!
Bom fim de semana a todos!

Fui às compras / Shopping

on-line ! às minhas lojas preferidas!
at my favourite shops on-line!

https://www.facebook.com/agulhanaopica

Escolhi tudo e a Mariamana trouxe-me tudo e deu-me de prenda de anos! e a minha sobrinha-emprestada Gabi, acrescentou umas linhas Limol Portuguesas que vou experimentar. Assim é bom fazer compras ;)

Sabem que a loja on – line Na ponta d’agulha tem agora um Show-room na R. Álvares Cabral, 83 s/loja , esq., Vila Nova de Gaia, onde tem muito material e se fazem muitos workshops quer de tricot quer de quilting. Para quem mora por perto pode lá ir levantar as encomendas, desde que combine quando lá vai.
Queria só comprar uma base de corte e resolvi ir lá levantar em vez de pagar os custos de envio, mas, é claro, uma pessoa começa a espreitar aqui e ali e perde-se!

Trouxe mais do que precisava, e nem quis olhar para os tecidos…
Boa semana!
Have a great week!

Algumas sugestões de prendas 100% Portuguesas

Nas suas compras prefira os produtos portugueses e/ou lojas on-line portuguesas.
Há de tudo caro e barato, útil e menos útil, mas tudo muito, muito bonito! :)

Se ainda lhe falta enviar algum postal acho que aqui ainda há alguns

Aqui também vai encontrar, de certeza, uma prenda que lhe agrada e executada com toda a perfeição

almofate

Prendas originais para todos: crianças e adultos

agulha não pica - on lapSe não sabe o que dar a alguém que aprecia fazer coisas, de certeza aqui encontra algo
na ponta d'agulhaSe quer ver e apalpar o que vai oferecer, vá à loja Galo Louco, com produtos exclusivamente Portugueses: bordados louças, barros, aventais, adereços, tudo e mais alguma coisa feita de cortiça e sei lá que mais!

galo-louco

fica na Rua Ferreira Borges, nº 57, 4050-253 Porto, Portugal, mesmo ao lado do Mercado Ferreia Borges.

Boas compras!!! Vão espreitar! (e, claro, são todas minhas amigas ;) )

(hoje é um dia histórico, para mim: acabei de fazer a toalha grande! Acho que não farei ihós e nózinhos tão cedo! :) o grande problema era o peso da toalha. Amanhã lavo-a, depois mostro-a)

Comprar Português! Comprar o que é nosso!

Há algum tempo adicionei ao Google Reader o blogue Feito em Portugal. Encontrei-o, via Retrozão, quando publicou esta entrada.
Há dois dias publicou uma entrada sobre o Compro o que é nosso  e o Movimento 560.

O código de barras começado por 560 significa que os produtos ou são feitos em Portugal ou distribuídos por uma empresa portuguesa. Sabiam? Eu não!
Muitas empresas portuguesas já aderiram ao projecto Compro o que é nosso – Made in Portugal. Apesar disso não tenho visto muitos destes selos, infelizmente.

Visitem os sites para ficarem a saber mais.

Nos nossos dias não é fácil comprar só produtos portugueses, mas pode-se fazer um esforço! E precisamos tanto desse esforço!

Sei que é difícil, principalmente neste nosso mundo das manualidades onde temos acesso a tanta coisa bonita que há por esse mundo fora! Resistir ao design assinado de tecidos (alguns tão bonitos para fazer patchwork/quilting, não é?) não será fácil, mas é um desafio, pois temos tecidos feitos em Portugal com qualidade e bonitos. E o resultado será muito mais original!

Desde o início deste blogue que optei por usar linho exclusivamente português e procurar usar tecidos de algodão também só portugueses. E digo procurar, pois não tenho a certeza absoluta de ter usado sempre tecidos de algodão portugueses, pois faço reciclagem de roupas usadas (cá de casa ou oferecidas por familiares) de que não sei exatamente a proveniência… Mas tenho a certeza de que todos os linhos que uso são Portugueses e os tecidos de algodão que compro também (já não sei a proveniência do feltro que tenho comprado, por ex…, e por isso o use tão pouco).
[Tenho reparado que muitos comerciantse ficam relutantes (e até arrogantes) quando se pergunta a proveniência de qualquer produto.]

Claro que depois há todo o material – linhas, agulhas, alfinetes, marcadores, cortadores… eu sei lá! – que usamos e que, muito provavelmente, será importado…
Estou a lembrar-me de não ter resistido às fitas de seda japonesas que encontrei numa retrosaria em Braga e de ter encomendado à Isabel algumas coisas que são importadas.
Salvo a honra do convento, por tê-lo feito através de lojas Portuguesas ;)

Vamos lá a comprar o que é nosso!