Adenda | Addendum

Adenda ao post anterior  | Addendum to previous post

Ando muito trapalhona a escrever quer no blogue quer no grupo do Facebook do Air Embroidery Club. Desaparecem-me fotos e texto, ou parte deles, como hoje verifiquei. Quando vim para fazer um novo post vi que uma parte do texto da primeira foto tinha desaparecido. Aqui vai.
I’m a bit of clumsy writing on both the blog and the Air Embroidery Club Facebook group. Photos and text or part of them disappear as I checked today. When I came for a new post I saw that part of the text of the first photo had disappeared. Here goes.

esqueleto da árvore
tree skeleton

usei Mouliné Madeira (6 fios) cor 2711 09 + Moulinée DMC 3860 – alternado 2 fios +1 fio ou 1+2  de cada cor,para ramos mais grossos, para os mais finos 1+1 – Este tipo de alternância, se feito em folhas (vários tons de verdes) ou água, mar ou rio (vários tons de azuis e verdes) e etc. pode fazer um efeito matiz/ pintura. 
I’ve used Mouliné Madeira (6 threads) colour 2711 09 + Mouliné DMC 3860 – alternating 2 threads + 1 thread or 1 + 2 of each colour for thicker branches, to thinner ones 1+1 – this kind of changes if done in  leaves (several shades of greens) or water, sea or river ( several shades of blues and greens) and other colours, can do a  long and short stitches or painting effect.
A parte que falta | Missing part
O tronco mais grosso foi feito com um ponto italiano  Punto Bizantino, que tanto quanto percebo, do que tenho lido sobre ele é uma técnica (recente sec.XX) inspirada nos mosaicos em relevo da Duomo di Ravenna  e que consiste em contornar os desenhos com ponto pé de flor e encher os espaços maiores com o dito ponto bizantino que é, na explicação final, o Punto Stuoiafeito com fio (2) Mouliné na diagonal, da esquerda para a direita e de baixo para cima, não muito longo, fazendo um ponto lançado um pouco solto (frouxo, como o nosso ponto de Castelo Branco) fechando-o com pontos oblíquos da esquerda para a direita, na direção do centro do trabalho. Confuso?
The  thickest trunk was done with an Italian stitch Punto Bizantino , which as far as I can see of what I’ve read about it, is a technique (recent sec.XX) inspired by the embossed mosaics of the Duomo di Ravenna and  consists of edging the drawings with Stem Stitch and fill the larger spaces with the said Byzantine Stitch which is in the final explanation the Punto Stuoia – done with 2 threads Mouliné diagonally, from left to right and from the bottom up, not too long, doing a released stitch a bit loose (frouxo, like our Castelo Branco Stitch), closing it = couching it  with oblique stitches from left to right, towards the center of the work. Confused?
Imagens daqui  | Pictures from here.

Punto stuoia

Punto stuoia/ Punto Bisantino

Punto stuoia / Punto Bisantino

WIP muito muito antigo

Há muitos, muitos anos que me debato com este ponto, mas agora sei muito mais sobre este ponto, acho eu.
For many, many years I’m struggling with this stitch but now I know much more about this stitch, methinks.

works in progress pormenor/detail

Bom fim de semana. Happy weekend.

Advertisements

neste fim de semana / this weekend

Vou tentar seguir os tutoriais que a Silvana está a publicar.
Já publicou dois; este e este. Nunca tentei o ponto Rodi. É agora.
Há muito tempo que sigo o seu blogue que é uma maravilha.
Vamos encontrar-nos por lá?
Bom fim de semana a todos.

I will try to follow the tutorials Silvana is publishing.
She has already published two posts; this and this. I never tried Rodi stitch. It’s now.
I follow her wonderful blog long ago. We’ll meet there?
A great weekend to all of you.

 

Coisas curiosas / Curious things (cont. 5 III)

Para terminar esta série de experiências à volta do ponto pé de flor suspenso – assim chamado e usado no Bordado das Caldas da Rainha – (“imbotitto” em italiano) tentei executá-lo, embora não tenha nenhuma explicação nem foto. Quando estive com a Liseta Pereira vi um bordado dela com este ponto, mas não fotografei.
To end this series of experiments around raised stem stitch – so named and used in embroidery of Caldas da Rainha – I tried to do it, although I have no explanation or photo to see how to.When I was with Liseta Pereira saw this stitch in one of her embroideries, but no photo…capelista das termas - Liseta Pereira(esta foto é do facebook da Liseta – cliquem nela para verem mais fotos na sua página)
(this picture is from Liseta facebook – click on it to see more in her page)
Parece-me que a base da coroa do terceiro saco a contar da esquerda pode ser em ponto pé de flor suspenso, mas não tenho a certeza.
I guess the crown base on third bag from the left can be raised stem stitch, but I’m not sure.

Ponto pé de flor suspenso - Caldas da Rainha 1Ponto pé de flor suspenso - Caldas da Rainha 2Contornei uma forma com ponto pé de flor e passei os fios verticais no ponto pé de flor, com linha simples, não dupla como no Le Ruote do Punto Umbro. Não sei se é exatamente assim que se faz nas Caldas da Rainha. Será Liseta? Penso que sim.
 I went around the design with stem stitch where I’ve supported the grid with single thread, not double as in Le Ruote in Punto Umbro. I’m not sure  if it is done that way in Caldas da Rainha. Is it Liseta? I think it is.

Ao fazer este pequeno motivo, lembrei-me de fazer de outra maneira:
Making this small motif, I remembered to try  another way:
Ponto pé de flor suspenso - Caldas da Rainha 3Ponto pé de flor suspenso Caldas da Rainha 4Ponto pé de flor suspenso - Caldas da Rainha 5Ponto pé de flor suspenso - Caldas da Rainha 6Ponto pé de flor suspenso - Caldas da Rainha 7
Quer num caso, quer no outro fiz sempre o ponto pé de flor suspenso da esquerda para a direita, passando a linha por baixo das linhas verticais.
In both ways I’ve always done raised stem stitch from left to right, passing needle and thread under the vertical lines.
Ponto pé de flor suspenso - Caldas da Rainha 8Como as primeiras carreiras do ponto me parecem muito largas, intercalei mais linhas verticais, para tornar o ponto pé de flor suspenso mais pequeno.

As the first rows of raised stem stitch seem too large, I’ve done more vertical lines,so the stitch look better.
Ponto pé de flor suspenso Caldas da Rainha 9Não está perfeito. Parece-me que a primeira forma é a correta no Bordado das Caldas e fica melhor. Tem que se ter atenção às extremidades para  ficarem perfeitas, não puxando demasiado o fio.
It’s not perfect. I think the first way is the right way  in Caldas da Rainha Embroidery and looks better. We have to pay attention to the ends making them perfect, not pulling the thread too much.

Concluindo: Concluding:

A grande diferença entre a maneira como fiz o ponto pé de flor suspenso, e a Mary Corbet terá também feito, está no avesso quer no Bordado das Caldas da Rainha, quer no italiano Punto Umbro o Sorbello o Portoghese.
The biggest difference between the way I made Raised stem stitch, and Mary Corbet have also done, is on the back of embroidery either in the Portuguese Bordado das Caldas da Rainha or in the Italian Punto Umbro o Sorbello o Portoghese.
Caldas da Rainha e Le Ruote avesso 10E é tudo acerca deste tema, a não ser que queiram acrescentar algo. Sintam-se à vontade para comentar! Estes postais levaram demasiado tempo a escrever. Desculpem se ficou confuso.
And it’s all on this subject, unless you want to add something. Feel free to comment! These posts took too long to write. Sorry if it was confusing.

O mês de Agosto acabou e foi negro e triste até ao fim – o nosso país a arder e nós a perder amigos queridos.
The month of August went on sad till the last day – our country on fire and we loosing beloved friends.

Coisas curiosas / Curious things (cont.5 – II)

Tentei seguir as instruções da Giusseppa Federici no seu livro Punto Umbro o Sorbello o Portoghese
I tried to follow the instructions of Giusseppa Federici in her book Punto Umbro o Sorbello o Portoghese

Le Ruote

By Giuseppa Federici

La Ruote 1
La Ruote 2Até aqui parece-me correto – estará Giuseppa?
So far it seems correct – ist it Giuseppa?
La ruote 3Agora começa a complicação com o fio dobrado.
Now the trouble begins with the double thread.
La Ruote 4
Não gostei nada do resultado e desfiz tudo! E tentei outra vez
I dislike the result and have undone everything! And tried again
La Ruote 5Desta vez deixei espaços para poder iniciar o ponto pé de flor suspenso, mas creio que não está completamente correto…
This time I left spaces in order to start raised stem stitch, but I believe that is not completely correct …
La Ruote 6O resultado é parecido mas não igual. Deve precisar de mais carreiras de ponto pé de flor suspenso – “imbotitto” em italiano.
The result is similar but not the same. More rows of raised stem stitch are needed I believe.

Adenda: Giuseppa Federici já me confirmou que é assim que se faz. Obrigada Giusy :)
Addendum: Giuseppa Federici has confirmed to me this is the right way . Thanks Giusy :)

By Giuseppa FedericiBy Giuseppa Federici

...to be continued with the raised stem stitch of Caldas da Rainha (just missing to edit the pictures :( )
 …continua com o ponto pé de flor suspenso das Caldas da Rainha (só falta editar as fotos :( )

Coisas curiosas / Curious Things (5) or Bordado das Caldas da Rainha vs Punto Umbro o Portoghese

No seguimento do postal anterior sobre o mesmo tema vou mostrar como fiz o ponto pé de flor suspenso, e como penso que também a Mary Corbet terá feito.
Following the previous post on the same topic I’ll show you how I made the raised stem stitch, and similar Mary Corbet have done, I think.(sorry if I’m wrong).1 Ponto pé de flor suspenso; raised stem stitch1 – Aproveitando o esquema que já tinha feito começo a fazer os pontos lançados, alternando um longo e um curto – daí a importância do circulo do meio. Tentei corrigir o esquema, contudo não ficou muito bem. Os pontos têm que ficar a espaços certos. As setas apontam para algumas incorreções.
– Building on the scheme I already had started making straight stitches, by alternating one long and one short – hence the importance of the middle circle. I tried to fix the scheme, but was not very good. The stitches must be made at regular (even?) and short spaces. The arrows point out to some mistakes.

2 – Os pontos devem convergir – o que não acontece no ponto com a seta, p.ex.
– Stitches must converge – which does not happen at the stitch with the arrow, eg.

3 – O avesso fica assim. Back side looks like that.

4 – E este é o primeiro ponto pé de flor suspenso – nunca picando o tecido – usando como suporte os pontos lançados.
– This is the very first raised stem stitch – never pricking the fabric – using straight stitches as support.

2 Ponto pé de flor suspenso; raised stem stitch

5, 6 – e continua-se; ao completar-se a volta nada se faz de especial, a não ser continuar à volta.
– and went on; when you finish the first turn you do nothing special but going on around.

Adenda: ao fazer o ponto pé de flor a linha não deve ser muito puxada, vai-se ajustando com a agulha.
Addendum: to make raised stem stitch the thread should not be pulled too much, it will be adjusted with the needle.

7 – quando os pontos lançados mais curtos acabam, podemos ou não mudar a cor.
 – when the shorter straight stitches are covered, we can or not change the color – 

8 – mudei a cor para demonstrar que se pode fazer, mesmo com cores contrastantes.
– I’ve changed the colour to show you what can be done even with contrasting colors.

3 ponto pé de flor suspenso; raised stem stitch

9, 10 – Pode-se acabar como se quiser – usei o ponto pé de flor para contornar e os nozinhos para encher o circulo mais pequeno.
– You may end up as you want – I used stem stitch to work around and French knots to fill the smaller circle.

???????????????????????????????

Resulta melhor com circulos mais pequenos – percebi isso quando comparei o que tinha feito há algum tempo com o que fiz agora – não resultou tão bem, desculpem!
It works best with smaller circles – I realized this when I compared what I’ve done before with the one I used for this tutorial – doesn’t work so well, sorry!

Espero, ainda esta semana, fazer este ponto à maneira das Caldas da Rainha e do Punto Umbro.
Later this week I hope to show you how this stitch is made in Caldas da Rainha and Punto Umbro o Portoguese embroidery.

Boa semana!
Have a great week!

Ilhós / Eyelets

Há dias vi esta entrada, e prometi mostrar a maneira como faço, ligeiramemte diferente. Faço dois ilhós diferentes : o ilhó de rolinho e o ilhó de recorte.
A while ago I read this post and promise to show how I do, slightly different. I do two kinds of eyelets : eyelet hole and buttonhole eyelet.

1 – São ilhós muito pequenos; pus o dedal e novelo , como refrência.
1 – These are very little eyelets, I put a thimble and a ball as reference.
ilhó de rolinho / eyelet hole
2 – começo por contornar o círculo, com ponto adiante e
3 – volto para completar os espaços em branco
2 – i begin doing a running stitch all around and
3 – come back completing the blank spaces.
4 e 5 – com um stiletto abro um buraco, bem aberto e sem medo ;)
4 e 5 – then with a stiletto a hole is open, well open without fear ;)
6 – faz-se um pequeno rolinho sobre o ponto adiante e apanhando as fibras de tecido do buraco
6 – a thin roll is made over the running stitch and catching the fibers of the hole
7, 8 e 9 – cada ponto lado a lado, puxando bem o fio
7, 8 e 9 – each stitch side by side
, pulling well the thread
ilhó de recorte / buttonhole eyelet
10 a 15 – o começo é o mesmo: ponto adiante à volta da forma e fazer o buraco, mas agora usa-se o ponto recorte lado a lado.
10 to 15 – the begin is the same: running stitch around and the hole making, now we use the buttonhole stitch side by side.

16 – Ao longo do processo pode  ser necessário alargar um pouco o buraco com o stiletto.
Para buracos maiores faço uma dupla carreira de ponto adiante e corto o tecido com uma tesoura delicada.
16 – Along the process you may need to enlarge the hole with the stilleto.
For bigger holes I do a double row of running stitches and use a delicate scissor to cut the fabric.

Espero que se perceba ;)

Hope you can understand my English! ;)

é só uma amostra de pontos…

Não, não é um lenço de namorados. Lenço de namorados são estes! Não sei se estarão todos conforme o caderno de especificações, mas são lindos! Segundo o caderno de especificações, nestes bordados usam-se meadas de 1 fio nº 25, meadas de 6 fios nº 20 ou 25* (usam-se 2 fios) e perlé de 1 fio nº 12.

*não conheço meadas de 6 fios nº 20 ou 25 – alguém sabe alguma coisa sobre isto?

O que estou a fazer é uma amostra para a oficina de bordados. Que irá sendo preenchida ao longo do tempo.
Realmente tem por base um desenho que faz lembrar os motivos dos lenços, mas é uma mistura de pontos, alguns que nem se usam neste tipo de bordado.
O fio que estou a usar é só o perlé 8, que também não se usa nos lenços.

E também aproveito para fazer algumas experiências ;)

Pouco tempo…

para terminar tudo o que quero.
A semana que passou foi bastante atribulada e andei longe do computador. Deixei algumas entradas programadas – pensava eu, pois uma delas só ficou o rascunho sem data para entrar!

No próximo sábado há outra Feira do 110 coisas. Comecei muitas coisas, mas poucas estão acabadas. Hoje avancei alguma coisa. Lá estarei com tudo o que poder acabar :)

Tenho também andado bastante ocupada a preparar a próxima edição da oficina de bordados para principiantes, que está já agendada para dia 7 de Maio.
Quem frequentou a primeira edição continuará a aprender novos pontos e diferentes aplicações e variantes dos já aprendidos.

E também a preparar uma outra oficina sobre bainhas abertas, ainda sem data…

knotted stitches / pontos de nós

Toda a gente sabe já que sou uma amadora. É por isso que faço uma grande confusão com pontos de bordar que me parecem semelhantes. Já há algum tempo que pensava fazer pequenas amostras com os pontos semelhantes (para mim) para treinar as diferenças.
Como gosto muito de pontos de, ou com, nós comecei por estes. Tanto mais que a Jeanine in Canada mostrou, há poucos dias, um ponto italiano que eu não conhecia.
A amostra não está muito perfeita… para arranjar uma desculpa, posso dizer que me decidi a fazer a amostra no último fim de semana, em que estava à espera da grande notícia! Tinha que manter as mãos ocupadas, mas não em nada de muito importante… nem sequer o tecido é o tradicional linho português, que uso sempre, mas era o que tinha à mão.

Everybody knows I’m a dabbler. So I always do a great mess with embroidery stitches which are similar (to me). A while ago I found it could be useful to do little samplers with those stitches.
Since Jeanine in Canada showed a new Italian stitch I was thinking of doing a knotted stitch sampler. And I just love knotted stitches.
The sampler is not perfect… and to find an excuse I can say I began the sampler last weekend while waiting for the big new! I had to keep may hands busy with something light… I didn’t even used the traditional Portuguese linen I always use but it was what I had at hand.

   

1 – Palestrina stitch; 2 – Reversed Palestrina stitch; 3 – Portuguese knotted stem stitch; 4 – Ponto grilhão antigo; 5 – Punto ricciolino (Jeanine version);
6 – Punto ricciolino – correction
; 7 – Basque knot; 8 – Coral stitch

 

No Ponto Palestrina não tenho dificuldade. Por cá é considerado por muitos, o nosso Ponto grilhão.

I have no troubles with Palestrina stitch. Here it is known as Ponto grilhão.

 

No Reversed Palestrina stitch também não tive dificuldade. Não sei qual o nome equivalente em português. Trabalha-se da direita para a esquerda, ao contrário do ponto anterior.

Reversed Palestrina stitch is worked from right to left, unlike Palestrina stitch. 

 

Trabalhei o Portuguese knotted stem stitch de duas formas, na mesma linha: primeiro fazendo pontos curtos e depois alongando-os. Gosto mais dos alongados. Não conheço o nome português deste ponto nem o vejo nos nossos bordados tradicionais, o que acho espantoso pela denominação que tem, e não só em inglês. Alguém tem mais informação?

I’ve worked the Portuguese knotted stem stitch in two ways:  first short stitches, then longer. I like them longer. It was a great surprise to me the name of this stitch and not only in English – I don’t know its Portuguese name! I don’t see this stitch in our traditional embroidery.  Have you any information? 

 

O Ponto grilhão antigo é o meu preferido  e este é bem português! :)
Pode (até diria deve) ser feito com os nós mais juntos,  pois acho que fica mais bonito.

Ponto grilhão antigo  is my favorite and this is Portuguese at all! :)
It can (I would say must)  be made with closer knots, it is much prettier.

 

O Punto Ricciolino, Jeanine version é difícil de fazer, se bem percebi as instruções. Embora a Jeanine viesse a corrigir essas intruções, gostei tanto do resultado desse engano que quis tentar. Mas não ficou tão bonito :(

Punto Ricciolino Jeanine version is hard to do, if I’ve well understood the directions. Some days later Jeanine corrected the directions but I liked so much the mistake result I wanted to try it. But it is not so pretty as hers :(

 

Punto ricciolino correcto é mais simples, mas se o quiser repetir tenho que ir ver outra vez as instruções. A Jeanine fá-lo muito bem! Eu fiz as duas variações que em quase todos estes pontos se pode fazer: pontos curtos e pontos mais longos, espaçando mais os nós.

Punto ricciolino correct is easier, but I’ll have to go for the directions if  I want to do it again. Jeanine does it so well! I did the two ways we can do in almost all these stitches: short stitches and longer ones, spacing the knots.

 

Fiz o Basque knot de três maneiras: ponto base curto e nós juntos, alonguei o ponto base e separei os nós e,  por fim, mantive o ponto base longo e juntei os nós. É extraordinário como um mesmo ponto pode resultar tão diverso. Tal como os anteriores, não sei o nome português deste ponto.

I did Basque knot in three ways: short base stitches and knots not spaced, then I lengthened the base stitch and spaced the knots and at last I kept the long base stitch but not spaced knots. It’s remarkable how the very same stitch can result so different.

 

Por último o Ponto coral (tradução à letra). Não tem qualquer dificuldade, com os nós juntos ou separados. É trabalhado da direita para a esquerda como o reversed palestrina stitch.
Sempre que faço, falo ou vejo o ponto coral lembro-me da querida Luzine e do Schwalm Whitework, que nunca mais acabo!

At last the Coral stitch. It’s a beautiful and easy stitch with separated knots or not. It’s worked from right to left as reversed palestrina stitch.
Whenever I do, talk or see Coral stitch I remember dear Luzine and Schwalm Whitework  nevermore finished!

 

Tirar fotografias, arranjá-las e escrever este artigo demorou muuuuuito mais que fazer a amostra! Mas ficam todos juntos para consultar sempre que precisar.
Não devo vir aqui tão cedo: vou ver a neta mais pequenina :) :) :) 
Tenham um bom fim de semana.

Make the pictures, edit them and write this post took muuuuuuuch more time than do the sampler! But the knotted stitches are now together to recall whenever needed.
Don’t know when I’ll come back here: I’m going to see the youngest grand daughter :) :) :)
Have a great weekend.