ausência | absence

Akimest

Porquê tão longa ausência?   
Além do dia a dia da vida e seus solavancos,alegrias e tristezas, o meu blogue tem tido uma invasão de spam em mensagens antigas. Tenho apagado tudo, sem verificar se, pelo meio, haverá algum comentário válido assinalado como falso. Peço desculpa se aconteceu.
Why such a long absence?
In addition to the day to day life and its bumps, joys and sorrows, my blog has had an invasion of spam in old messages. I have erased everything, without checking whether there will be any valid comments marked as false by the middle. I’m sorry if it happened.

Nestes dias, em Portugal, que foram de imenso pesar e horror devido aos fogos arrasadores no centro do país, o que, de facto, me desgosta/revolta/horroriza é assistir a uma campanha arrasadora das instituições/serviços/pessoas envolvidas no combate àquele horror. O jornalismo que aproveita a desgraça, que mostra, insistentemente, imagens dos fogos ao mesmo tempo que reporta que já foi extinto. Que repete, até à nausea, as mesmas reportagens do desespero.
E dos que, com responsabilidades acrescidas por terem ou terem tido cargos políticos, intencionalmente, querem apontar o dedo a alguém, prestando declarações falsas e afirmando que não estamos seguros! Criticam os que têm tentado dar ânimo, ajuda e esperança. Mas nada fazem de concreto.
In these days, in Portugal, which were of immense regret and horror due to the devastating fires in the center of the country, what really disgusts / revolts / horrifies me is watching a devastating campaign of the institutions / services / people involved in fighting that horror. The journalism that takes advantage of the disgrace, which shows, insistently, images of the fires while reporting that it has already been extinguished. That repeats, to nausea, the same reports of despair.
And those who, with increased responsibilities for having or would have had political positions, intentionally want to point the finger at someone, making false statements and stating that we are not safe! They criticize those who have tried to give encouragement, help and hope. But they do nothing of concrete.

Contrastando com tudo isso a enorme solidariedade dos Portugueses tem sido extraordinária. Bem-hajam!  a vergonha para eles. 
In contrast to all that the enormous solidarity of the Portuguese people has been extraordinary. Bless your hearts!   Shame on them.

See you soon with my handmade works. Have a nice weekend.
Até breve com as meus trabalhos feitos à mão. Bom fim de semana.
 

Advertisements

air = A(na) I(sabel) R(amos) embroidery

aviso o meu computador tem as teclas de acentos, aspas, asteriscos, parentesis, o c de cedilha etc etc tudo trocado, o corrector ajuda no c de cedilha e alguns acentos, mas com o til nao…. desculpem o incomodo. 

Stitch Illo UPPERCASE

tem mesmo que ser hoje que vou falar nos projetos todos da Ana. Hoje, pelo Facebook soube da saída do livro desta  editora canadiana, pelo que percebi. Este projecto nao conhecia e sei la quantos mais nao conheço.

A primeira coisa que vi da Ana foi quando a Constança Cabral escreveu sobre este podcast da  Anita no trabalho. Ha muitos meses já, mas havia tanta coisa para ler, ver, ouvir e descobrir, que fui adiando, assim, o site que aguça logo a curiosidade de quem gosta de bordados, de ilustracoes, de historias simples, sem pretensões, o blogue, e nao resisti ao queres aprender a bordar? A Ana escreve em ingles e português. Inscrevi-me, especialmente para ficar com material para partilhar com as netas.
Inscrevi-me também no Embroidery club / Clube do bordado.  Nao sou sócia muito assídua, mas acho que vou cumprindo. J]a completei o bordado do m~es de Maio mas tenho que perguntar se o posso partilhar aqui. Quem entra para o clube tem uma p]agina do facebook para partilhas de trabalhos.
Também faz  workshops de tricot e no meio de tanta coisa que li acho que já fez de crochet e bordado, mas agora nao encontro.
Também tem a loja, onde se encontram ilustracoes e bordados.
E um mundo a descobrir! O atelier da Ana e num sitio lindíssimo Principe Real. E ]e encantadora, já nos encontramos, precisamente no Principe Real.
Fico t#ao contente e entusiasmada quando encontro alguém jovem que gosta mesmo de bordados e quer partilhar o que sabe, que n#ao resisto a tentar um encontro! Para já foi um mas tenho a certeza que se vai repetir por vários.

Tomem nota de todos os links para ir lendo,vendo e ouvindo, que foi o que fiz e n#ao me arrependi nada, v#ao deixando mensagens pois o trabalho que faz ]e magnifico, e tanto, que merece ser incentivado de todas as formas. Pode ser leitura e descoberta para o fim de semana – cuidado com o sol das praias…

Bom fim de semana e, espero, at]e breve, com isto arranjado…

Infelizmente o teclado est]a mesmo confuso, o que me poe nervosa, por isso n#ao publico hoje em ingl~es

English readers please use the sidebar translator, so sorry.
Have a great weekend.