Sonhar ainda é de graça! Dreaming is still free!

Nova imagem copy

Nova imagem copy

Não é preciso tanto. Mas era agradável ;)
No need so much. But it would be nice ;)
(imagens do google image)

Há muito tempo que sonho quanto gostaria de juntar, mesmo em pessoa, um grupo de amigas, pessoais e/ou virtuais, numa comunidade/associação de bordadeiras ou bordadoras! Seria um incentivo para prosseguir com muitos trabalhos e projectos, trocar experiências e aprender coisas novas. Não para coscuvilhar, invejar etc., etc. (todas as coisas más)… Só mesmo para partilhar o interesse e amor ao bordado, Português sim, mas não só. Esbarro sempre no eventual local, que tem que ter determinadas condições: boa luz, bom espaço, boas cadeiras, boas mesas. Tenho sonhado com museus, que pudessem dar essas condições todas. Juntas de Freguesia? Ah! aqui no Porto ou arredores, é claro, e com boa acessibilidade. É pedir muito, não é?

For long I dream how much I would like to join, in person, a group of friends personal and/or virtual, in a community / association of embroiderers or embroiders! It would be an incentive to go on with many works and projects, exchange experiences and learn new things. Not to gossip, envy etc.. etc.(all those bad things)… Just to share the same interest and love of embroidery, Portuguese yes, but not only. Always backstop in the possible place, it has to have certain conditions: good light, good space, good seats, good tables. I have dreamed of museums, which could give all these conditions. Ah! here in Porto or surroundings, of course.

24 thoughts on “Sonhar ainda é de graça! Dreaming is still free!

  1. Não me parece nada muito e parece-me uma excelente ideia! Seria tão bom para aprender e manter as tradições!

      • Vou meditar e ver se me vem uma ideia luminosa :) Poderia ser algo como as meninas do tricot têm com encontros mensais? Algo assim? E precisariamos de um espaço, certo?

        • :) É isso mesmo. Mas para o tricot até um banco de jardim serve, para o bordado é mais complicado…

          • Sim, isso é verdade. Precisariamos de mesas obrigatóriamente e algum espaço. Mas podiamos começar (já me estou a fazer convidada ;) ) com uma coisa mais pequena e informal, como um café ou uma loja que nos acolhesse. :)

  2. A idéia é excelente! Sigo alguns blogs estrangeiros e apercebi-me que há muitas associações
    desse género. Cá não conheço, e tenho pena . É importante o convívio, a partilha de idéias e de conhecimento, a motivação para novos trabalhos ou para os inacabados muitas vezes postos de lado, e até a entreajuda para ajudar a esquecer os maus momentos da vida.
    Num artigo anterior em que mostrou um bordado que poderia ser usado na sua quinta, depois de ver as fotos, pensei que era um lugar magnífico para se organizar um fim de semana entre bordadoras, como tenho lido em alguns desses ditos blogs. Como é longe para me juntar com elas participo apenas nos traballhos em grupo feitos virtualmente, não só e motivante como se aprende com a troca de idéias.
    Não desista da idéia, há-de encontrar o sítio certo.
    Teresa

    • É isso mesmo, Teresa!
      Também sigo algumas dessas associações e desses fins-de-semana..
      O bordado que mostrei, em que me referi a uma quinta, a quinta não é minha… é de alguém muito próximo, mas a deslocação é problemática.
      Gostava mesmo era de arranjar um sítio por aqui. Este postal é uma espécie de apelo a quem tiver ideias e conhecimentos :)

  3. Olá Meri,
    realmente o espaço cujas fotografias nos mostra é muito bonito, mas não era preciso tanto….sobre o espaço para o grupo de bordadeiras, isso já não é pedir muito. Cá em Fernão Ferro é da Junta de Freguesia..Será que ai na sua zona, nenhuma se habilita????Será que não há ninguém com um bom espaço para disponibilizar???
    Está lançado o alerta, quem sabe, quando menos esperar, ele aparece…Peça, mentalize, tenha pensamentos positivos e tudo acontecerá…..

    beijos de MF, com votos que os seus desejos se tornem realidade…

    abraços

  4. Hello Meri,
    Your dream could someday become a reality. So do not give up your dream. I have just returned from a spinning retreat, a short week end with spinners, weavers, embroiderers and dyers. The group started 26 years ago, still going strong, some members have passed on to another world, new members are joining. The retreat is way up in the Sacramento Mountains of eastern New Mexico, it is very rustic at best. Clean but no phone or TV in the rooms, good cafeteria style food, classes by talented members, many members come from surrounding states such as Texas, Arizona, northern New Mexico–because of the distances of the American West, we drive up to 7 hours. There may be a bit of gossip and envy, but not much and any misunderstanding is quickly dispelled with explanations. It is not always the case with Internet friends. We are not internet friends even though we communicate during the year via e mail or private website set up for the members.
    Your dream may come true.

    On another note, a friend has just returned from a religious tour all over Europe, starting in Russia and ending in Portugal. She told me that she understood when she arrived and stayed a short stay in Portugal why I told her so many times that if I were to go back to Europe, instead of living in my native country, France, I would prefer to live in Portugal. I told her that I “knew” virtually speaking, a nice lady embroiderer in Porto, P. as she mentioned that she liked Porto.
    So, there it is, I intended to send you a private e mail, but your dream came up and there are Portuguese ladies embroiderers so they should also read that their country is much appreciated.
    Happy dreams
    Monique

    • Dear Monique, what a kind and nice comment!
      I know you there in United States, and in United Kingdom and Australia as well there are lots of associations and guilds for needles and threads lovers.
      You are so nice about our country. I would like so much, really so much to have you living nearby!
      Thank you for your words – I hope this post could be read by many Portuguese embroiderers and we can find a place to meet.
      So you have been learning more and more things. I’m happy for you.
      Thanks again!

  5. I so agree it would be lovely to have a circle of friends who could meet and share their love of stitching.

  6. Olá Méri,
    Eu não expliquei bem. Quando me referi à quinta não era com intenção de sugerir que seria
    o espaço ideal para a associação ou para os encontros de fim de semana, apenas me lembrei
    de acrescentar esta idéia que também acho engraçada. Normalmente para estes encontros são
    alugadas casas de turismo de habitação, em locais de fácil acesso para todas, e com a logística toda resolvida. É mesmo só para conviver, passear, descansar, bordar e disfrutar do local. Normalmente há sempre prevista uma visita a uma retrosaria local para quem precisar de rebastecer os stocks que para nós nunca são suficientes. lol
    Há uns anos atrás um grupo de senhoras, aqui da zona, conseguiram permissão para ocupar o salão paroquial, uma tarde por semana, com a finalidade de ensinar a fazer tapetes de arraiolos.
    Mas passou a onda dos arraiolos e faltou alguém que continuasse com outros lavores. E se tentasse ai na sua paróquia?
    Teresa

    • Eu percebi Teresa! E tenho que confessar que também já tinha pensado nisso, mas teria que ser em época baixa.
      É uma ideia para ser conversada…pensada e repensada.
      Obrigada Teresa pela sua participação :)

  7. Hay, que sue~no lindo!!! tapetes arraiolos!! Vengo pronto!!
    Monique

    • Vens mesmo, Monique???
      Já fiz tapetes de arraolos há muitos anos – agora não posso, pois são muito pesados! Até me esqueci do Inglês…
      Are you coming really, Monique?
      I’ve done arraiolos carpets many years ago – now I can’t they too heavy!
      I even forgot the English…
      Vens mismo, Monique?
      He hecho las alfombras Arraiolos durante muchos años – ahora no puedo porque es demasiado pesado!
      Hasta me olvidé del Inglés

  8. Se conseguir o espaço acho que conseguirá formar a associação, e não hão-de faltar aderentes. Moro em Lisboa…
    Estou de acordo que os fins de semana terão de ser bem pensados e repensados, neste momento será apenas uma idéia a registar para memória futura.
    Desejo a todas um ótimo fim de semana, com muitos bordados.
    Teresa

  9. Graças às ligações que tenho com a Quinta da Bouça, posso adiantar, sem dúvida, que num futuro não muito longíquo será possível organizar um encontro/retiro desse género! ;)
    Com organização ‘Agulhas da Méri’ e o nosso apoio na lojística, o sonho há de se realizar um dia com certeza :)

    Para os encontros regulares, na verdade, suspeito que possam ser mais trabalhosos, sem serem impossíveis, claro…

    beijinhos!

    • Thanks Julie! I’m already member of Stitch Fingers!
      What I’m thinking is something alive :)

  10. I looked at the web site, Stitching fingers. I think that what Meri had in mind was more like a retreat or meeting of stitchers . Maybe a regional meeting or seminar like the Embroiderer’s Guild of America of guild in Britain propose. It is a big undertaking!!!!
    A museum may be willing to sponsor such an event–it takes funding, volunteers, teachers, time and effort.
    To answer Meri’s question, if there was a conference or meeting for 2 or 3 days of Portuguese embroidery, needlework or craft, I would go. Portugal is a paradise of fiber craft–at least it was when I visited. So, Meri, we both dream.

    • Hi Monique! You understand me so well, my dear! It’s just what you say.And we both go on dreaming! It’s so good :)
      As you say for a meeting or conference for some days it will be needed funds and teachers and time and effort and…and…and.
      You would be a speaker about New Mexico Colchas of course! It will be worth all the efforts only to meet you in person! To this I would need much younger people than I… :|)
      xx Meri

Comments are closed.