Toalha grande e bainha aberta / Big tablecloth and drawn Thread

Finalmente comecei um trabalho que deveria ter sido feito antes do Natal. E meti-me em trabalhos. Em Setembro comprei linho para duas toalhas. Uma especialmente grande, que terá de ficar com cerca de 4 metros depois de feita a bainha. Nunca fiz bainha aberta num linho tão fino – 26 fios/cm. À medida que o tempo passa, fico mais atrevida nos meus projectos :| É claro que fui buscar os óculos de aumento que o meu querido afilhado me ofereceu. Neste caso o que eu precisava, mesmo, era disto!

Finnaly I’ve started a work which would be done before Christmas. And I got a lot of work. Last September I bought linen for two tablecloths. One of them pretty big – it must have more or less 4 meters long at the end. I’ve never done drawn thread in a such fine linen – 26 threads/cm. As time goes by I become more and more bold in my projects :| I’ve to look for the magnifier my dear godson gave me. In this work I would really need this!

Mas lá comecei com o que tenho, e estava a avançar tão lentamente que me apeteceu, várias vezes, desistir… o fio não corria como desejava e estava sempre a partir.

So I began with what I have and was progressing so slowly that I often felt like giving up… the thread doesn’t pull as I wanted and always splitting.

Conseguem ver o que quero dizer? Lembrei-me, então que não tinha molhado o linho e ele tinha ainda aquela “goma”  de novo.
[não o molhei pois é uma peça tão grande que aqui não tenho onde estender e, diga-se em abono da verdade, normalmente não molho o linho antes de o bordar…]

Can you see what I mean? Then I remember I haven’t  soaked the linen and it has that “starch” of new fabric.
[I haven’t soaked it because it’s a so big piece that here I haven’t space to stretch it and I must say I never soak the linen before embroidering…)

Lembrei-me, então de esfregar o linho à medida que progredia.
So I decided to scrub the linen as I progressed.

E embora a tarefa não seja fácil, melhora alguma coisa. E devo dizer que, com a insistência fui melhorando – como tudo na vida, tem que se praticar, praticar e voltar a praticar para melhorar.
Though the task was not easy it improved something. Must be said that  with time I was improving – as everything in life we have to practice, practice and practice again to improve.

Agora a bainha está quase toda alinhavada e a outra peça (mais pequena) a secar ;)

Now the hem is almost basted and the other piece (smaller) is drying ;)

Advertisements

Ilhós / Eyelets

Há dias vi esta entrada, e prometi mostrar a maneira como faço, ligeiramemte diferente. Faço dois ilhós diferentes : o ilhó de rolinho e o ilhó de recorte.
A while ago I read this post and promise to show how I do, slightly different. I do two kinds of eyelets : eyelet hole and buttonhole eyelet.

1 – São ilhós muito pequenos; pus o dedal e novelo , como refrência.
1 – These are very little eyelets, I put a thimble and a ball as reference.
ilhó de rolinho / eyelet hole
2 – começo por contornar o círculo, com ponto adiante e
3 – volto para completar os espaços em branco
2 – i begin doing a running stitch all around and
3 – come back completing the blank spaces.
4 e 5 – com um stiletto abro um buraco, bem aberto e sem medo ;)
4 e 5 – then with a stiletto a hole is open, well open without fear ;)
6 – faz-se um pequeno rolinho sobre o ponto adiante e apanhando as fibras de tecido do buraco
6 – a thin roll is made over the running stitch and catching the fibers of the hole
7, 8 e 9 – cada ponto lado a lado, puxando bem o fio
7, 8 e 9 – each stitch side by side
, pulling well the thread
ilhó de recorte / buttonhole eyelet
10 a 15 – o começo é o mesmo: ponto adiante à volta da forma e fazer o buraco, mas agora usa-se o ponto recorte lado a lado.
10 to 15 – the begin is the same: running stitch around and the hole making, now we use the buttonhole stitch side by side.

16 – Ao longo do processo pode  ser necessário alargar um pouco o buraco com o stiletto.
Para buracos maiores faço uma dupla carreira de ponto adiante e corto o tecido com uma tesoura delicada.
16 – Along the process you may need to enlarge the hole with the stilleto.
For bigger holes I do a double row of running stitches and use a delicate scissor to cut the fabric.

Espero que se perceba ;)

Hope you can understand my English! ;)

Mais Natal / More Christmas

Devagar, estou a por as minhas mensagens em dia. Muito obrigada pelos emails e comentários. Acho que já estou mais ou menos recuperada, mas não consigo ainda pegar nas agulhas e linhas. Sinto muitos formigueiros nas mãos, especialmente na esquerda…
Não consigo por aqui alguns videos do Natal engraçados, mas consegui por um no Flickr aqui. Entretanto vou colocar umas tantas fotos do nosso Natal. O dia 24 é passado por uns (umas) na cozinha, e por outros lá fora ou dentro de casa a tomar conta dos miúdos. No final do dia os homens chegam à cozinha para despejarem a água das grandes panelas – uma cena sempre inesquecível e barulhenta, como podem imaginar!

Slowly, I am answering emails. Thank you for the emails and comments.
I think I’m more or less recovered, but I can not even pick up the needles and thread. I feel many tinglings in the hands, especially on the left …
I don’t know how to edit here some funny Christmas videos, but managed to edit one on Flickr here. Meanwhile a few more photos of our Christmas. All the day 24th December is passed in the kitchen by some of us and the others are outside or inside with the children. At evening the men arrive at the kitchen to help with the big pans –  always an unforgettable and noisy scene as you can imagine!

This slideshow requires JavaScript.

Todas as meninas com cabelo suficiente fizeram tranças ou tótós. E o meu cunhado convenceu a minha neta do meio que era primo do Pai Natal!!!
Realmente esta malta é uma equipa e tanto! :) ;) ;)

FELIZ ANO NOVO! HAPPY NEW YEAR!

A TODOS VÓS QUE SEMPRE ME TÊM ACOMPANHADO, E TAMBÉM A QUEM POR AQUI PASSA POR ACASO, QUERO DESEJAR UM BOM ANO NOVO, SAÚDE E PAZ. *

TO ALL MY BLOGFRIENDS, AND ALSO TO THOSE WHO ARE HERE BY CHANCE, I WISH A HAPPY NEW YEAR MOST OF ALL HEALTH AND PEACE.*

O Natal foi muito, muito bom! Na ceia de Natal eramos 34 à mesa, dos quais 13 eram crianças. A minha neta mais nova (1 ano) estreou-se no bacalhau e adorou! Aliás adora tudo que seja de comer ;) No dia 25 eramos 32!
A confusão é sempre constante, mas à medida que as crianças crescem vão participando cada vez mais nas histórias que nestes dias se contam e/ou recordam. Temos conseguido – as minhas irmãs e eu – manter a ceia de Natal tradicional minhota: bacalhau cozido com batata, penca, cenoura, cebola, ovos e, este ano pela primeira vez, nabo. Tudo regado com azeite fervido com muita cebola e alho. Sobremesas tradicionais: as rabanadas e aletria (para o ano já está combinado: menos rabanadas e a introdução de leite creme queimado, que alguns sentem muita falta). Depois chegam mais umas tantas sobremesas, como o pudim abade de Priscos… e até um presépio com luz!!! um pouco de polvo, que também se come em muitas ceias do norte.
Arrumar a cozinha para a chegada do Menino Jesus, ajudado (agora) pelo pai Natal, por os sapatinhos e ir dormir depressa. A espera da manhã do dia 25 para entrar na cozinha até estarem todos acordados, é o momento mais difícil! Em todas as etapas deste(s) dia(s) o barulho é inacreditável.
[pairou sempre uma nuvem (espero que não muito escura) a lembrar que eu seria internada a 26, para ser operada a 27 – como se vê já passei o ano em casa e muito bem, muito obrigada :) ]

Nativity cake
Children table 

Antes e depois da visita do Menino Jesus. Before and after Baby Jesus visit.

Christmas was very, very good! At Christmas Eve table we were 34, 13 of whom were children. My youngest grandchild (1 year) debuted in the codfish and loved it! Indeed she loves to eat everything ;) on 25th we were only 32!   Confusion is always constant, but the more children grow the more they participate in the stories these days are counted and recall. We succeeded – my sisters and I – keeping Minho traditional Christmas dinner: boiled codfish with potatoes, bunch, carrot, onion, eggs, turnip. All covered with boiled oil  with lots of onions and garlic. Traditional desserts: rabanadas and aletria (for next year is already combined: less rabanadas and the introduction of burnt cream, which some feel sorely missed). Then more desserts came as pudding Abade de Priscos … and even a sweet Nativity with lights!!! 
Clean the kitchen for the arrival of the Baby Jesus, nowadays helped by Santa Klaus, put the shoes on the fireplace and go to bed and sleep quickly. On 25th morning the difficulty is waiting that everybody is awake to enter in the kitchen!
In each moment of these days the noise is indescribable.
[a cloud (I hope not too dark) has always hovered  to remind that I would be admitted in the hospital at 26, to be operated at 27 – as you can see I’ve already spent the New Year at home and well, thank you :) ]

*estou, desde ontem, a querer arranjar fotografias, mas o wordpress falha – esta entrada devia ter sido publicada ontem… vou publicá-la agora, assim mesmo – espero que amanhã consiga editar as fotos

*since yesterday I’m trying to publish some photos but wordpress is failing – this post was to be edited yesterday… i’m going to edit it just like that – i hope tomorrow there will be more photos