Bad luck? / Azar?

Nos tecidos a urdidura * – há quem lhe chame “fio direito” – tem que se ter em consideração, quando se talha uma saia, um casaco, seja o que for.
No mundo dos bordados discute-se muito se os fios/linhas para bordar têm (ou não) uma urdidura, tal como os tecidos. Muitos dizem que os fios de bordar também têm uma direção correta para serem enfiados na agulha. Há grandes discussões sobre isso nos fóruns.
De facto nunca liguei a isso e, desde que li este artigo, ficou resolvida a questão para mim. Também algures (numa entrada que não consigo encontrar) no blogue Needle’nThread a Mary Corbet acha que os fios não têm urdidura, pelo que é indiferente o lado do fio que se usa para enfiar na agulha.
Dito isto, pela primeira vez estou perante uma situação que me fez recordar aquelas discussões e me fez observar e comparar vários fios de bordar. Embora tenha concluído que esta situação nada tem a ver com a urdidura do fio.Vou passar a explicar.
* acho que modistas e costureiras usam outro termo, mas não consigo lembrar-me…

Whenever you cut a fabric you have to pay attention to the fabric grain. In the needlework world many people discuss if the embroidery threads have a thread grain as well. Great talks about at the forums.
Really I never noticed any difference and since I read this essay the matter was decided for me. Somewhere in Needle’nThread  blog (in a post I can’t find) Mary Corbet expresses her opinion: the threads have no grain so no matter the end of the cut thread we use to thread the needle.
That said, for the first time I’m before an incident which reminded me that discussion and made me to pay attention to the threads closely. Though I have deduced that the incident has nothing to deal with any thread grain. I’ll explain.

Estes são novelos novos, DMC Perle 8 que comprei em três (vermelho, bege e cinzento) das seis cores tradicionais do Bordado de Guimarães, para levar para o workshop de sábado passado. Lá, comparando o novelo bege, não só com os outros que comprei mas também com o das colegas, reparei que era bem mais pequeno que os outros e também mais compacto, menos fofo. Na altura não liguei.
Quando ontem comecei a usar a linha bege notei outras diferenças.

These are new DMC Perle 8 balls I bought in three (red, beige and grey) of the six traditional colors of Guimaraes Embroidery for the last Saturday workshop. There, looking at the beige ball near the other ones I noticed it was not only littler but also more compact, less fluffy. At that moment I didn’t care.
Yesterday I began using the beige thread and I found other differences.

Primeiro de tudo, depois de cortar o fio, ao enfiar a agulha – é sempre no lado cortado que enfio a agulha – notei que o fio abria (1) e não enfiava e do outro lado(2) enfiava melhor. Comparando as duas pontas (3) percebe-se bem a diferença.

First of all after cutting the thread – it is always this side I use to thread the needle – I found the thread “opened” (1) when I tried threading the needle and at the other end(2) it was easier to thread the needle. Gathering the two ends (3) we can see the variation.

Reparei, então, que o torcido da linha não é uniforme. Assinalei com as setas os sítios onde o torcido é menor, mas não sei se ficou percetível.

Then I found the twist is not regular. The arrows point to the places where the thread is less twisted, but I’m not sure you can see.

Comecei então a bordar o ponto pé de flor e, para além do torcido se ir desfazendo, o fio mudava de cor! Na segunda foto nota-se bem a diferença. Fui cortando comprimentos menores de fio. O que estou a constatar é que o fio está a normalizar à medida que se vai mais para o interior do novelo.
Penso que, de qualquer forma, tenho o bordado estragado, a não ser que desfaça todo o ponto pé de flor…  já para não falar na dificuldade acrescida de fazer o ponto canutilho com o torcido do fio muito mais lasso que o normal.
Nada disto tem a ver com a torção dos fio no sentido direito (Z) ou dos fios no sentido esquerdo (S). Por cá, em Portugal, não me lembro de ver à venda nas nossas lojas qualquer fio com torção em Z. Para quem quiser saber mais sobre isto a Mary Corbet esvreveu uma entrada muito clara sobre as diferenças entre os dois tipos de fios. Nos comentários desta entrada fiquei a saber que, quer nos fios para rendas quer nos fios para malhas, a torção do fio tem grande importância também.

I began embroidering the stem stitch and besides the thread untwisted as I was embroidering the color was changing! On the second picture you can see better the difference. I was shortening the lenghts of the thread. Now I’m finding that the thread is becoming the usual as I go inside the ball.
Anyway I think the embroidery is ruined unless I undo all the stem stitch… not talking about the difficulty on doing the bullions with a less twisted thread as usual.
Nothing of this is about Z twisted or S twisted threads. Portuguese shops haven’t any Z twisted threads as far as I know. To whom want to know more about Mary Corbet has a clear explanation in a recent post. In the comments I’ve learned that the direction of the twist of lace threads and knitting threads is very important as well.

Whithout a doubt  what happened is a manufacturing defect but  DMC is a great wellknown trademark to such a thing could happen. Don’t they have a quality evaluation and inspection on the final product? Or am I an unlucky person?
Commonly I use DMC threads and was happy with them till now (exception of black Mouliné 6 strands – it frays easily so we have to cut shorter lenghts than usual).
Remember: touch and look at the threads carefully before buying them…

Sem dúvida que o que aconteceu é um defeito de fabrico mas a DMC é uma grande e famosa marca para que tal coisa possa acontecer. Não têm avaliação e inspecção de qualidade no produto final? Ou sou eu que sou azarada?
Habitualmente uso linhas DMC e estava satisfeita até agora (com exceção do Mouliné 6 fios preto que esfiapa muito facilmente e, por isso, tem que se usar comprimentos muito curtos de linha).
Lembrem-se: apalpem e olhem com atenção para as linhas antes de as comprar…

I used several links to DMC because couldn’t understand where is the big leader…
Usei vários links para a DMC porque não consegui perceber onde está o grande líder…

7 thoughts on “Bad luck? / Azar?

  1. Boa noite, Méri. Vejo que sou e serei sempre uma amadora nestas questões. Nunca tinha pensado nisso, por isso achei este artigo muito interessante. Muito obrigada pelas explicações. Beijinhos e até breve.

  2. Estás mesmo uma especialista nestes assuntos!!!
    Essa do fio em Z ou em S é que me espantou! Não sabia sequer do que estavas a falar, mas lá cheguei. Cada vez vejo mais que sou uma ignorante absoluta nestas matérias e estou sempre a aprender contigo. Muito obrigada por todas estas lições.
    Mariamana

  3. an interesting post Meri and not a problem I have had yet. I will be careful now though, thankyou.

  4. Pingback: Fazer Manualidades … « agulhas da Méri

  5. Boa tarde,

    Tive hoje a oportunidade de conhecer o seu blog e achei muito interessante. Tanto que gostaríamos de o divulgar no blog da DMC.

    Relativamente à sua reclamação sobre a nossa linha Perlé, agradeço que quando tal acontecer informe a loja onde comprou as linhas, para que a mesma nos informe a nós (DMC Portugal) e possamos reencaminhar a reclamação para a fábrica em França, evitando assim futuras falhas de produção.

    Claro que a DMC apresenta um departamento de controlo de qualidade, mas tal como em todas as empresas exitem produtos que saem do precesso produtivo com defeito.

    Lamento, de qualquer modo, o incómodo que esta linha defeituosa lhe possa ter causado.

    Com os melhores cumprimentos,
    Filipa Guimarães
    Marketing Executive Portugal
    DMC

  6. Muito obrigada Filipa Guimarães, pela visita e pelo seu comentário.
    Só não fiz o que diz por duas razões 1ª – já tinha comprado a linha há algum tempo; 2ª – não a tinha comprado na casa onde sempre compro, aqui no Porto.
    De qualquer forma o bordado acabou por não ficar mal – depois de lavado e deixado dentro de água e sabão ao sol a diferença de cor esbateu – como se pode ver numa entrada mais adiante. Como sugiro, foi um azar meu
    Reafirmo que continuo a usar as linhas DMC pois, tirando este episódio, estou bem satisfeita.
    As suas indicações serão úteis a todos, mas penso que não virão a ser necessárias tão cedo!

Comments are closed.