Lesson learned… / Lição aprendida…

i think…               penso eu…

Lesson: Use always the right foot of your sewing machine.
For the first time I was sewing zippers using the correct foot . I always had this foot but have never used it. A while ago I sewed three zippers for the first time using the common foot ( I didn’t know how to put the correct one…).
This time I wanted to do several pouches with zippers and got the way how to adapt the zipper foot and it was so good sewing zippers with it!
But I was so happy (and i’m a little bit dawdler too…)  I went on sewing pouch bottoms and sides with it. All went well till that happened: my finger was caught and now I am with my only needle broken…
I have lots of things to finish with the sewing machine till Saturday

Lição: usar sempre o pé certo na máquina de costura.
Estava a coser fechos com o pé adequado, pela primeira vez. Sempre tive esse pé mas nunca utilizei. Há tempos cosi três fechos pela primeira vez mas usei o pé normal (não sabia como colocar o outro…)
Desta vez queria fazer alguns pequenos sacos e porta-lápis com fecho e consegui descobrir como se colocava o pé adequado para fechos e foi uma maravilha cosê-los! Entusiasmei-me tanto (e sou um pouquinho preguiçosa também…) que continuei a coser os lados e fundos dos pequenos sacos. Tudo correu bem até que acontece aquilo: o meu dedo foi apanhado e fiquei com a única agulha que tinha toda torta.
Tenho várias coisas para terminar na máquina até sábado

Advertisements

In love with Guimaraes Embroidery

This slideshow requires JavaScript.

Looking forward next Guimaraes Embroidery Workshop next March!

Ansiosa pela próxima Oficina Bordados de Guimarães, em Março próximo!

wordpress.com

crochet bag, em vez do gráfico :)

Há cerca de um ano mudei do blogger para wordpress.
Uma das principais razões foram os spam que me apareciam em entradas, por vezes antigas, e que tinha que eliminar um a um. Podia optar por aquele sistema de word verification ou pôr os comentários em fila de espera para minha aprovação. Qualquer uma das soluções não me agradava.  Compreendo que os bloggers os utilizem, mas de facto não é agradável. Não deixo de comentar nos meus blogues de estimação por causa disso. Mas confesso que, hoje em dia, quando me deparo com um novo blogue que tem word verification, penso duas vezes antes de comentar. Também aqueles que excluiram a opção de comentar com Nome/URL me afastam dos comentários.
Vem esta conversa a propósito da invasão de spams que tive (e continuo a ter, mas agora em menor escala) quer no hotmail, quer no blogue. De Julho até ao final do ano foram às centenas!
No hotmail é uma grande maçada pois, embora se acumulem na pasta spam, quando são apagados vão para a pasta eliminados e voltam a aparecer!
No wordpress é uma beleza! Normalmente o wordpress elimina-os sem mais, o que é um descanso. Por vezes – e não consigo perceber qual o critério – põe alguns comentários numa página para aprovação (spam queue) e então tenho eu que os apagar. Posso dizer que 99,99% das vezes mesmo estes são também spam (99,870%, mais correctamente segundo os gráficos). Só uma única vez encontrei lá um comentário de alguém conhecido. Naquele período de que falei acima, o Akismet resolvia o assunto e só pontualmente tinha algum comentário na spam queue. Mas nos meses de Novembro e Dezembro todos os dias tinha uma lista razoável de spams à espera para serem apagados. A maior parte deles repetidos e nas mesmas entradas. Numa dessas entradas tive mesmo que ir bloquear os comentários. Pensei que o delete permanently evitasse esta repetição…
Parece que a vaga está a passar. E estou muito grata ao Akismet seja isso o que for! :P
Só um pequeno pormenor que o wordpress não me permite: poder escolher o tamanho das letras e, na mesma entrada, usar dois tamanhos :( queria tanto escrever wordpress em letras maiores… ;)

Olha! Por razões de segurança também não me deixa mostrar-vos os gráficos de spam a que eu tenho acesso. OK, obrigada, é com certeza para meu bem :o) mas posso dizer que em Julho foram 1.128, em Outubro 1.992 e Novembro 1.720 spams, não posso?
Ao todo, desde Janeiro de 2010 estão contabilizados 6.543, a maior parte deles apagados automaticamente pelo Akismet. O que é uma beleza!
Estou contente contigo, WordPress.com! :)

About a year ago I’ve moved from blogger to wordpress.
Spams were one of the main reasons. They appeared in many posts, sometimes old ones and I have to delete them one by one. I could choose the word verification system or keep the comments waiting for approval. Either one doesn’t suit me. I can understand why bloggers use them but it’s not pleasant indeed. I don’t quit commenting in my cherished blogs because of that. But nowadays I have to admit I think twice before commenting a new blog with word verification. Either those that have deleted the option to comment under Name/URL keep me off commenting.
All that said apropos the spam incursion I had (and still have, but lesser) both at hotmail and blog. From July to the end of the year they were hundreds!
At hotmail it’s a big trouble despite they went to spam folder when deleted they go to deleted folder and come again!
At wordpress is the heaven! Usually wordpress deletes them at all what is such a release. Sometimes – and I couldn’t yet understand the criterion – it puts some comments at a spam queue and then I have to delete them. I can say 99,99% they are spam too (according to the graphics 99,870%). Only once I detected there a friend comment. On that period I’ve talked above Akismet solved the problem deleting spams and only now and then I’ve found a comment in the spam queue. But on the months November and December every day I had many spams there waiting for being deleted. Many of them repeated in the same posts. I even had to block the comments in a particular post. I thought delete permanently could avoid that return…
It seems the wave is going by. And I’m much grateful to Akismet whatever it’d be! :P
Only a little detail wordpress doesn’t allow: choosing the size of lettering and using two sizes at the same post :(  I so wanted to write wordpress in a biger size… ;)

Look! For security reasons wordpress doesn’t allow me to show the spam graphics. OK, thank you! for sure it is for my benefit :o) but I can say in July were 1.128, October 1992 and November 1720 spams, can I?
At all since  January 2010 are counted 6.543, most of them automatically deleted by Akismet. What is a beauty!
I’m happy with you, WordPress.com! :)

 

 

a new crochet bag instead the graphics :)

 

sampler / amostra


Esta amostra (ainda não acabada) começou para testar uma das linhas que encontrei numa caixa especial, e resolvi testar também:
a) a flor e outros motivos, que aprendi no workshop Bordado de Guimarães;
b) o ponto veludo, que fiz pela primeira vez;
c) e, finalmente, experimentar o que a Jeanine in Canada, do blogue Italian Needlework, ensina nesta entrada: a bainha enrolada (rolled hem), que guardei logo que foi publicada, em Setembro!
d) e ainda o ponto quadrado ou ponto 4, muito usado em bainhas com fios tirados/ bainhas abertas em Itália e também cá em Portugal;
e) e ainda, :P, já que é uma amostra e os cantos da bainha enrolada não ficaram muito bem (apesar dos e-mails da Jeanine com os seus ensinamentos e fotografias) experimentei fazer uns berloques* (franja? pendão?) para os quatro cantos, também a conselho da Jeanine. Usei este tutorial, que encontrei via Craftgossip Needlework , e me pareceu fácil.
*muito populares em certos bordados italianos

This sampler (not finished) began to test one of the threads I’ve found in a special box, and also decided to test:
a) the flower and other motifs I’ve learnt at Workshop Bordado Guimaraes;
b) the velvet stitch I tried for the first time;
c) finally to try that hem Jeanine in Canada from the blog Italian Needlework has teached in this post: Rolled Hem, I’ve saved it when published in September!
d) and still the four-sided stitch  much used in drawn thread in Italy and Portugal and for sure other countries as well ;
e) and still, :P, once it is a sampler and the rolled hem corners are not very well done (despite Jeanine’s e-mails with advice and photos) I tried to make tassels* for the corners, Jeanine’s advice too. I followed this tutorial I’ve found via Craftgossip Needlework.
*much used in some Italian embroidery

ponto veludo / velvet stitch

A flor tem duas pétalas com mais canutilhos do que devia, mas fiquei satisfeita com o ponto veludo.

The flower has two petals with too many bullions, but I’m happy with velvet stitch.

um dos quatro motivos do Bordado de Guimarães que quero bordar e um pouco do ponto grilhão antigo, de que tanto gosto
one of the four Guimaraes Embroidery motifs I want to embroider and a little bit of  my beloved ponto grilhão antigo

bainha enrolada e ponto quadrado / rolled hem and four-sided stitch

o berloque / the tassel

Os berloques não ficaram muito bem.
The tassels are not  perfect.

Até breve!
See you soon!

feito / done

Hollyhocks – desenho de Laurence Lieblich, disponibilizado como projecto para principiantes na HEN. Obrigada Laurence! (decidi não bordar a borboleta)

Hollyhocks – design by Laurence Lieblich, available as little project for beginners at HEN. Thanks Laurence! (I decided not to embroider the butterfly)

Este pequeno projecto foi essencialmente para testar as linhas de que falei na entrada anterior. E fiquei muito satisfeita com o resultado – as linhas estão em muito bom estado e são lindas. Tenho a dizer-vos que a linha lilás estava enrolada num antigo postal dos correios, escrito pelo meu avô e datado de 1932. Este postal (e este ano)  tem muita história familiar ;). O postal está agora numa “vitrina” onde vamos pondo algumas das preciosidades que por aqui encontramos.
A própria “vitrine” é um daqueles móveis que antigamente havia no sítio mais fresco da casa para guardar alimentos e, em vez do vidro que agora tem, tinha rede para proteger os alimentos. Isto no tempo em que não havia frigorificos. Quem se lembra? :-)
Tenho que acrescentar que esta recuperação para vitrine foi da responsabilidade da minha sogra.

This little project was done for testing the threads I’ve talked on last post. And I’m very happy with the result – the threads are very pretty and in a very good condition. I have to tell you that the lilac thread was rolled on an old postcard written by my grandfather and dated 1932. This postcard (and this year)  has a lot of familiar story ;).  The postcard is now in a “vitrine” where we have been putting the treasures we find hereabout.
The “vitrine”  itself  is one of those furniture that in former times was in the freshest place of the house to keep food and instead glasses it had net around to protect food. Times there was no refrigerators. Who remember? :-)
I have to add this refit into “vitrine” was made by my mother-in-law.

Reconhecem o móvel?
Do you recognize this furniture?
E aqui está o postal e as agulhas encontradas!
And here are the postcard and the needles we found!

fora de casa, ainda… / still out…

estamos fora de casa desde 20 de Dezembro. Ficámos para a passagem de ano e, por diversas razões, fomos ficando. Regressaremos a casa no próximo domingo e, então, voltaremos à nossa rotina, se é que temos alguma… :-)
Como em tantas outras ocasiões, encontramos nesta velha casa mais um pequeno tesouro escondido. Desta vez uma velha caixa cheia de linhas antigas!

we are off since December 20th. We stayed after Christmas to the New Year and for different reasons we are still here. We’ll be back home next Sunday and then we’ll have again our routine, if we have any… :-)
Once again like in other moments at this old home we’ve found a little treasure. This time it was an old box full with old threads!

Várias linhas para bordar, coser, crochet e penso que bilros e agulhas que devem ser muito antigas.
Many threads to embroider, sew, crochet and bobbin lace, I think, and old needles.

No meio daquilo tudo encontramos este tubo de linha, que nunca tinha visto.
Among all that we’ve found a thread spool I have never seen.

Como ando sempre com pequenos pedaços de linho resolvi experimentar as velhas linhas. Utilizei o desenho de um pdf que guardei, há já algum tempo, de Laurence Lieblich que o disponibilizou na Hand Embroidery Network.
O segundo bordado é uma flor ao estilo do Bordado de Guimarães, mas numa cor não tradicional.

As I always travel with little pieces of linen I decided to try the old threads. I’ve used a pdf pattern by Laurence Lieblich I saved a while ago from Hand Embroidery Network.
The second embroidery is a Guimaraes Embroidery flower but in a non traditional colour.

Provence Summer String Bag design by Kathy North

Estou também a acabar um saco em crochet. Como vêem tenho também  andado   às voltas com linhas e agulhas.
Agora só me falta mesmo por em dia a leitura dos vossos blogues. Isso vai levar algum tempo, parece-me…

I’m finishing a bag in crochet. As you can see I also have been doing things with threads and needles.
Now I have to update the reading of your blogs. This can last for several days I guess…