break (a kind of) / pausa (espécie de)

Estive mais de uma semana fora de casa e, por isso, um pouco mais afastada das agulhas e linhas e também do computador. Agora tenho que recuperar …
Mas não foi um dolce fare niente!

I was more than a week afield so a little bit off from needles and threads and from computer as well. Now it’s time to resume…
But it wasn’t a dolce fare niente time!

marmelo / quince : 23,600 kg

para a geleia é preciso alguma paciência… foram coados 10 litros e meio
for making jam some patience is needed… 10 liter and a half have been filtered

No primeiro domingo do Advento, acendeu-se uma vela e comeram-se papas de sarrabulho, ou não estivessemos nós em Braga!
On first Sunday of Advent the traditional candle was lighted and we eat papas de sarrabulho, a traditional meal in Braga!

E no fim da refeição cantaram-se os parabéns ao avô R.
And after the meal we sang Happy Birthday to grand father R.


No sábado passado foi o segundo sábado de workshop dos Bordados de Guimarães. Amanhã ou depois dou notícias.
Last Saturday was the second Saturday workshop of Guimaraes Embroidery. Soon I’ll give you news.

11 thoughts on “break (a kind of) / pausa (espécie de)

  1. Olá
    A reportagem está óptima, e o que foi confecionado ainda melhor!
    A caixa já seguiu hoje para S. Miguel, para provarem as tuas habilidades!
    Espero que tenhas muitos comentários a tantas doçuras, pois nem sabem a nossa sorte por termos uma mana/tia tão prendada. Obrigada!
    Mariamana

  2. Que maravilhosa empreitada!!
    Uma cozinha tradicional com a maravilhosa marmelhada e a deliciosa geleia. Eu também tenho sorte. Todos os anos me aparecem taças e frascos com esse néctar fabuloso feito pelas mãos de uma amiga que as faz como manda a tradição.
    Obrigada pela reportagem que não só abrirá o apetite , mas fará com que se transmita uma tradição secular.
    Um beijinho bem fresco. Bom feriado. Eu vou enrolarme-me no sofá a corrigir 6(!!!) turmas de testes.

  3. Cruzes!!! Isso é que foi trabalhar!!! :D
    Desde sexta que arrefeceu imenso!!!!
    Mas neve acho que só no Sameiro e em Vieira do Minho.

  4. @mariamana, agora estás sempre em cima do acontecimento! Quanto vale um portátil…

    @helena, bom feriado também e paciência com esses testes. Esta é uma empreitada anual entre Outubro/Novembro – este ano quase foi em Dezembro… e obrigada

    @Papgena, arrefeceu e de que maneira!!! A chuva era neve derretida!!! Não sabia que tinha nevado no Sameiro – as papas são de lá ;)

    @karen, a joyful advent to you too. Every year I have this job to do for at least three days :)

  5. “alguma paciência”?! eu ainda não tive coragem de me lançar ao que será cerca de um quarto desses 10 litros…

  6. My counter tops are covered with “malgas de marmelada”. People look at my shopping cart with multiple 25 lb bags of sugar as though I am doing something illegal…funny!

    Quince trees are pretty rare in this part of the country, but my late father turned his property into a mini Portugal. As a result, it is my responsibility to keep up the traditions. I still have to make doce de chila before I mail the care packages to all the family members scattered across this country. A lot of work, but well worth it.

  7. Olá Melia! Presumo que perceba português :)
    É verdade, é cansativo mas vale a pena. O endereço do seu blogue está errado, mas penso que o descobri…
    Gostei muito do seu comentário de há dias, e fico contente por aqui voltar. Não sei se já leu que o Bordado de Guimarães já está certificado, o que é uma óptima notícia.
    Até sempre e um abraço

  8. Sim Meri, percebo português perfeitamente bem. Sinto timidez em cometer erros gramáticos e não gosto nada de perpetuar a noção de “ignorant immigrants“. Como vivo há 44 anos fora do país e muitíssimo longe de uma comunidade portuguesa, pode imaginar como é preciso fazer um pouquinho de ginástica cerebral. Muito mais fácil agora com este mundo virtual. Por amor da língua, cultura, da urze e desse sol tão azul, prometi-me nunca me esquecer…

    Adoro o seu blog. Tem mãos de fada. Lembra-se dessa revista?

    So glad I found you. Yes, I will be back on a regular basis.

  9. Que bom Melia, gostar do meu blogue. Lembro-me da revista sim, mas não ligava nada! Só me dediquei a estas manualidades por volta de 2007, por força de circunstâncias de saúde. Aos bordados por volta de 2008, e tudo por causa deste mundo virtual. Nunca pensei estar tão agarrada a estas agulhas :).
    Ah! O seu português é perfeito – melhor que o de muita gente que nunca saiu do país ;)
    Um abraço

Comments are closed.