…e pontos

Há uns meses comprei 6 panos de linho com uma baínha cosida à máquina. Foram muito baratos porque têm defeito. O defeito está precisamente na linha cosida à máquina.

Ora aqui estava uma boa oportunidade de experimentar pontos que nunca tinha feito.

A primeira dificuldade foi o nome dos pontos. Andei pela net à procura e encontrei este manual de bordado com 100 pontos de bordar

http://www.coatscorrente.com.br/scripts/consumo/dica/manual_bordado.asp

Os nomes dos pontos estão em brasileiro, mas a maior parte corresponde ao nome português.

Nestas andanças encontrei o blogue De ponto em nó que me encantou pela sobriedade e por todos os trabalhos – os de patchwork são o meu espanto, pois parece-me que nunca terei paciência para lidar com pedacinhos tão pequenos de tecido.

Através deste fui ter a um outro blogue onde encontrei um link precioso ( pelo menos para mim) de onde se pode fazer o download d’ O Grande Livro da Costura da Reader’s Digest.

Andei dias nisto…

Parece-me que nunca deixarei de me espantar com estas novas tecnologias!

Conseguirão os nossos netos algum dia entender este espanto?

Advertisements

7 thoughts on “…e pontos

  1. Hola! Thank you for visiting my blog. I’m enjoying looking at your blog and wish I spoke your language. Perhaps I can get help from one of my friends so I can read your posts. Until then I will try to figure things out from your photos.

    Like

  2. Tão engraçado esta maravilha da net e dos motores de busca!Acontece-me muito isso.Ainda há pouco tempo a minha mulher a dias (que pensa que eu sei tudo) veio perguntar-me como se fazia xarope de cenoura para a neta que andava com tosse.Lá lhe disse que não tinha a certeza mas esperasse um pouco. Cinco minutos depois trazia-lhe a receita impressa. Olhou para mim como se eu fosse uma feiticeira – e a verdade é que há alguma coisa de magia nisto, não é?…

    Like

  3. Só mais uma coisa engraçada, relacionado com as expressões de português e a simbologia da costura: há um blog que eu visito bastante que se chama exactamente ….«Ponto sem nó»!Claro que o que ela quer dizer é que aquilo que ali escreve é leve, não ‘leva nó’, é passageiro.Mas tem piada!

    Like

  4. Também visito a Mar do “ponto sem nó”; já a conheço do anterior blog :)

    Like

  5. Thank you for your note on my blog. I am assuming you are from Brazil – is that right? You are right – our thrift stores, where they sell used things, can sometimes have hidden treasures. It is good to go and look, often.Good wishes to you,Marne

    Like

Comments are closed.