Stella…stellina

Há uns anos a Mariamana comprou uma revista italiana de bordados para bebés. Dessa revista bordou alguns motivos, em ponto de cruz, para o seu primeiro neto.
Quando a minha primeira neta estava para nascer pedi-lhe a revista e também bordei alguma coisa.
Essa revista trazia uma colcha, bordada a ponto de cruz, que tinha a letra de uma canção de embalar italiana, com uns bonequinhos bordados a ilustrar a canção. Lembro-me de comentarmos: que pena não ser em português…
Quando tive a bela notícia de que ia ser avó de uma menina luso-italiana, lembrei-me logo dessa colcha. Seria uma forma de homenagear a querida mamã ao mesmo tempo que fazia uma peça para a primeira criança do meu filho.
Fiz uma fotocópia a preto e branco da revista, mas não havia qualquer explicação dos desenhos. Também não me apetecia muito bordar a ponto de cruz …
Na internet consegui a letra e música da Stella…stellina, e em Word experimentei vários tipos e tamanhos de letras. Adoptei o tipo de letra Bradley Hand ITC, tamanho 72, imprimi, cortei as palavras, numerei.
Arranjei o linho, calculei espaços e tracei linhas para bordar a letra da canção. Estendi o linho no chão e fui colocando os pedaços de papel (numerados) com a letra e imaginando espaços para bordar bonecos relacionados com a letra.

Some years ago Mariamana has bought an embroidery Italian magazine for babies. She has embroidered some designs for her first grand son.
When my first grand daughter was to be born I embroidered some things too.
This magazine had a bedcover, embroidered in cross stitch. The design was the letter of an Italian dandle song, with some embroidery illustrating the song. I remember both of us commented:
what a pity not being in Portuguese…
As soon as I had the pretty new I would be grandmother of luso-italian girl at once I remind that bedcover. It would be a sweet tribute to the dear mom. At the same time I would make something for my son’s first child.
I’ve made a bad black and white copy of the magazine, but there wasn’t any instruction. In fact I’m not fond of cross stitch …
Through internet I found Stella…stellina song and letter and using Word I tried several characters and sizes. I chose Bradley Hand ITC size 72, printed the text, cut each word and numbered them.
I set in order the linen, measured spaces and traced lines to embroider the song letter. I put the linen on the floor and began placing the letter papers (with numbers) planning spaces to embroider something else related to the letter.

As linhas são DMC algodão 6 fios. Escolhi dois grupos de tons: da cor de vinho ao amarelo claro e os azuis que sobraram das lições de ponto matiz da Mary Corbet. Escolhi a cor de vinho para as letras e utilizei dois fios para as bordar, em ponto pé de flor.
Depois de algumas letras bordadas bordei as estrelas, a chama e um céu estrelado. Confesso que não gostei da chama.

I used 6 stranded DMC cotton. I chose two bunches of shading: from dark burgundy to light yellow and the blues, remains from Mary Corbet’s Long and Short Stitch Lessons. I used two strands of dark burgundy to the letters in stem stitch.
Some letters done I wanted to see if the stars, the flame and a starred sky worked among the letters. I have to say I don’t like the flame.

Juntei mais dois tons de amarelo e o preto.  I added two more yellow shadings and black.

E foi quando a minha neta mais velha veio passar 4 dias connosco me surgiu a ideia de que fosse ela a desenhar os animais. Ficou entusiasmadíssima e quis logo começar.
Os primeiros desenhos eram muito pequeninos. Resolvemos que eu marcava uns tracinhos com o espaço que ela deveria ocupar.
Pouco tive que retocar, como podem verificar. Só mesmo as penas da galinha foram aumentadas um pouco. Até a lua, que ela quis no céu, desenhou.
O estábulo e o moinho são desenhos meus. O arame farpado foi inspiração de momento para ocupar um espaço demasiado vazio. Não queria bordar muitas flores, ervas ou coisas muito pequenas.
Quando me preparava para desfazer a chama, não me deixou – ADORA a chama!

Enquanto desenhava disse-me: como é uma canção de embalar podias bordar umas notas de música… :)

Then my eldest granddaughter came for 4 days with us. I asked her if she could help me with the designs of animals. She was so delighted and happy! She began drawing at once.
First drawings were too little. Together we decided I would draw some lines so she would control the design size. As you can see I had to retouch little. Only the feathers of the chicken… even the moon she wanted in the sky she drew.
The barn and wind mill are my designs. The barbwire was an in time inspiration to occupy an empty space. I didn’t want to embroider small things like flowers or grass.
When I was ready to undo the flame she didn’t let me – she LOVES it!

While she was drawing she said: as it is a dandle song you can embroider some musical notes… :)

 

Neste último desenho podem ver o tamanho da nuvem e dos pintaínhos; no primeiro desenho uns pintainhos um pouco maiores… :)

On last draw you can see the size of the cloud and chickens: on first draw the chickens are a little bit bigger… :)

 

Depois do bordado completo apliquei uma entretela muito fina, daquelas que se fixam com o ferro – foi má ideia. Ou antes, a ideia era tornar o bordado menos frágil mas não devo ter usado o material adequado. (com as manipulações subsequentes a entretela descolou e depois foi um sarilho para passar a ferro!) 
Resolvi, em vez da simples colcha, fazer uma capa para edredom. Não sei muito de costura, mas acabei por conseguir. Era para ser fechado com uns botões de madeira, mas tive receio das casas que teria de fazer e usei o velcro ;)
E, para terminar, a querida Helena traduziu para italiano o que eu queria  bordar na etiqueta :)

Once the embroidery was finished I ironed-on a very light interfacing – it was a bad idea. Better said, the idea was to protect the embroidery but maybe I didn’t used the proper material. (the interfacing unstuk with the following handling and it was hard to iron on the finished work!) 
Instead of doing a single bedcover I made a cover (bag?) for a blanket. I know nothing about sewing but I made it. My intention was  using wood buttons to close the cover but I was afraid of the buttonholes… so i’ve used velcro ;)
And to finish, dear Helena translated into Italian what I wanted to embroider on the label :)

Ricamato a mano della nonna Méri
sui disegni della cugina Inês

À última hora ainda fui comprar tecido de edredom. Foi no Mundo dos Tecidos – compra-se a peso, pois são retalhos com defeito. Comprei também fita para debruar, mas optei por debruar com o tecido da capa.

E agora vai a caminho da Holanda e esta entrada só será publicada quando a encomenda estiver na sua nova casa :)

At the last minute I went out to buy fabric for a blanket. At Mundo dos Tecidos we can buy it by weight. They have pieces with imperfections. I still bought a bias binding but chose to use the cover fabric.

And now it is in its way to Netherlands and this post will be published when the package will be at its new home :)

About these ads

25 thoughts on “Stella…stellina

  1. Querida Méri, não sei o que é mais bonito: o bordado ou a história! Acho muito bacana você envolver as crianças nos seus trabalhos, com certeza crescerão seguindo seus passos entre linhas e agulhas. E que bela lembrança de infância terão!

  2. Querida Méri!
    Que linda história e que maravilhoso trabalho que ficarão para sempre na história da família!!!
    Um grande beijinho pela sua doçura!

  3. Como acompanhei este trabalho! Imagino a alegria e o encantamento da mamã italiana, pois mostra como estás maravilhada com a chegada da nova neta. Os desenhos da I estão lindos e a etiqueta, nem te digo!
    Todos os teus amigos do blog ficaram rendidos com a história e o carinho que puseste neste trabalho. Parabéns!!!

  4. Méri,
    Que pérola de bordado!
    Uma verdadeira obra de arte!
    Obrigada pela oportunidade de poder apreciá-la.
    Parabéns!
    Abraço.
    Edith

  5. Pingback: Tutorial: A gift from grandmother · Needlework News @ CraftGossip

  6. This is an exquisite gift!! Such a lot of care and love went into it…
    I know that it will be cherished for generations!

    I don’t know whether you’ve seen the Japanese embroidery books that are now more easily available. I have several that are so much fun…
    with bugs and trucks and really cute things.
    Here’s a link to one of the books I’m talking about: http://www.etsy.com/listing/50431152/embroidery-for-boys-and-girls-380
    Hugs–

  7. Meri, absolutely stunning. This is amazing precious work – as always of course. You are the most talented stitcher out there. I love those Japanese embroider books; I have a lot of the Japanese crochet book. They are so pretty and the projects are so delicate.

  8. Pingback: novo projecto / new project « agulhas da méri

  9. Pingback: Any kids drawings? Algum desenho de miúdos? « agulhas da méri

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s